► Horários de Atendimento ◄
» 2ª feiras das 14:00 às 18:00 hs «
» 3ª à 6ª feiras das 14:00 às 20:00 hs «
» E sábados das 12:00 às 17:00 hs «
Av.Parada Pinto, 671 - Vila Nova Cachoeirinha - São Paulo - F:(011)3851-9768 //3985-7622
Agendamento de Atendimento a domicilio e Visitas a Criadouros
Clique Aqui para falar com o Dr. Shimaoka
Sejá Bem Vindo !

Roda de Trinca Ferro » 1º Trovão em - 16/09/2012

Dr.Luiz Alberto Shimaoka - CRMV 6003

A Clinica Veterinária Shimaoka representada pelo Dr. Luiz Alberto Shimaoka, veterinário CRMV 6003 a mais de 20 anos, está apto a prestar atendimento de urgência, cirurgias, consultas e atendimentos agendados em residências e criadouros , para prestar consultoria e acessoria administrativa na instalação de aviarios, criadouros e outros , para obter os melhores resultados de produtividade e qualidade na sua criação. Médico Veterinário atuante com cães, gatos, répteis e "Especialmente em Aves Exóticas e Silvestres"

A doença do "dedo curvo"

A doença do "dedo curvo" ou do "dedo duro", como é mais conhecida entre os passarinheiros, acomete todas as aves independentemente da espécie, raça ou idade. Essa patologia leva à paralisia e ao endurecimento dos dedos dos pés, ocasionando assim grandes problemas. "Tenho visto um grande número de aves acometidas pelo problema e quase sempre posso perceber que a maioria atingida por essa enfermidade é aquela que não recebeu uma alimentação adequada, revela Dr. Shimaoka.
De acordo com o Dr., alguns casos menos freqüentes, de aves que se alimentam de rações comercias também podem ser encontrados, e isso se deve provavelmente a uma complementação inadequada. A causa da doença nutricional é a falta de uma vitamina chamada "Riboflavina" ou vitamina B2. A alimentação da ave deve conter componentes que possuam a "rivoflavina" no caso de rações e farinhadas a sua complementação deve ser feita modo rotineiro pelo fabricante , para que deste modo sejam minimizadas as chances de o problema atingir os plantéis . Isso ocorre na maioria das fábricas de rações , o que favorece o desaparecimento ou melhor controle desta doença considerada nutricional.

Sintomas:
Os sinais e sintomas clínicos mais freqüentes são dificuldade de movimentação dos dedos , ou mesmo a sua paralisia , o que ocasiona a dificuldade da ave em se estabilizar nos poleiros. A deficiência de "Riboflavina" também pode ocasionar, dependendo do seu grau, os seguintes sintomas:

1 - A ave fica deitada sobre suas pernas, apoiando o corpo no poleiro, apresentando leve desvio dos dedos;
2 - Devido à paralisia dos dedos a ave tem dificuldade de locomoção; fraqueza nas pernas e o desvio dos dedos se torna mais nítido;
3 - Dedos totalmente curvos, fazendo com que as aves passem a rastejar sobre seus calcanhares.
4 - Em casos de deficiência severa, as aves normalmente não chegam a desenvolver nenhum sinal, simplesmente morrem.

Devemos lembrar que :
1 - Às vezes , as aves podem desenvolver sinais de raquitismo, diarreia e um alto índice de mortalidade;
2 - Aves em fase de postura podem diminuir o índice de ovos, o que poderá afetar a fertilidade das mesma Neste caso , a morte de filhotes pode ocorrer inclusive antes do nascimento dentro dos ovos;
3 - Interferindo diretamente no crescimento e desenvolvimento dos filhotes , com diminuição do tamanho dos ossos levando a filhotes "anões".

A vitamina B2 é importante na manutenção dos nervos e da sua saúde, impedindo que ocorra uma possível degeneração. Atua também na manutenção da elasticidade dos músculos das aves. Sendo assim a sua deficiência leva à degeneração de nervos e à perda de elasticidade de músculos, provocando a torção dos dedos dos pés e conseqüentemente toda a região fica afetada. O diagnóstico muitas vezes é feito de modo tardio, onde as lesões já não regridem com a correção alimentar. As aves debilitadas, devido a(s) lesão (ões) do(s) pé(s), sofrem com o problema e têm o sentido produtivo afetado. Como não conseguem se manter de modo estável nos poleiros , dia a dia , sen estado clínico e físico decai, até chegarem à morte.

O melhor meio para se evitar o problema é a prevenção. O fornecimento de alimentos que contenham vitamina B2 é a melhor forma de combate a esse mal. Alimentos como verduras folhosas (verdes), ovos e levedura de cerveja são ricos e o seu fornecimento rotineiro impede o surgimento deste problema mais lembre-se em caso de dúvidas, procure sempre o auxílio de um Médico Veterinário.

Agradecimentos.:
» Revista Passarinheiros & Cia
» Dr Luiz Alberto Shimaoka - Clinica veterinária Shimaoka
» Veterinário atuante em Aves Exóticas e Silvestres - CRMV 6003

5 comentários

Amelia Prado disse...

Muito obrigada pelo esclarecimento a respeito deste mal que acomete os pássaros. há quinze dias ganhei um agapornis segundo informações do criadouro ele tinha quatro meses. Parecia está bem,há dois dias à noite caiu do poleiro fui ve-lo, parecia esta com o pé machucado e se agarrava nas grades pelo bico. No dia seguinte amanheceu com os pés totalmente enrolados. levei-o a veterinária, e meia incerta disse que ele estava com um traumatismo que podia ser da queda (no meio entendimento de leiga ele caiu pq não conseguia se firmar no poleiro), a mesma receitou um antibiótico chamado avitrin. Hoje á noite estava dando o antibiótico pela terceira vez, assim que terminei de dar ele morreu na minha mão. Infelizmente não achei seu endereço na Net. uma amiga que me enviou.

Gleidson Silva disse...

O meu periquito está com os dedos fechado e ensima dos dedos está duro e fechado oqUE eu faço


Gleidson Silva disse...

Meu periquito está com problemas nas pernas

Gleidson Silva disse...

OqUE eu falso

Karine Ayres disse...

Por favor, estou tentando salvar um bem te vi que caiu do ninho e a mãe não o pegou de volta, tem apxte 3 semanas de vida, e de um dia para o outro perdeu o movimento da perna esquerda e parece estar perdendo da direita. Dou papinha da Alcon club e agora comecei tb com a farinhada, e 3 gotas de Glicopan por dia, mas continua com os dedos duros sem se movimentar, por favor o que posso fazer!!!

Postar um comentário

Design by Antonio Silva ^